quarta-feira, 25 de agosto de 2010


''Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada.''

''É difícil perder-se. É tão difícil que provavelmente arrumarei depressa um modo de me achar, mesmo que achar-me seja de novo a mentira de que vivo.''

''É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.''

Clarice Lispector

4 comentários:

Emi disse...

Nossa querida Clarice sempre diz tudo e mais um pouco! ;)
Adorei!
Beijos, linda!

Gabriela Castanhari disse...

PARTICIPE DA 1ª EDIÇÃO DO MELHOR TEXTO NO BLOG GOLDEN WORDS COM DIREITO A PREMIAÇÕES DE SELOS, E PUBLICAÇÃO NO BLOG : http://wordsgolden.blogspot.com/

ENTRE NA COMUNIDADE PARA SABER MAIS :
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=105724125&tid=5509417884180114356

Natália Ferreira disse...

mesmo que achar-me seja de novo a mentira de que vivo. Clarice e sempre arrebatadora assim como vc um beijo querida

Jullie disse...

lindo teu blog amr :}